CAMARA FRIA PARA FRUTAS



Trata-se de acelerar, artificialmente, o amadurecimento de parte de um lote de frutas. 
Esta é uma grande vantagem, pois você poderá fornecer imediatamente, a partir do estoque de frutas verdes, a quantidade de frutas maduras solicitada por
 seu cliente, sem qualquer alteração de gosto, textura ou aparência. 
O processo demonstra especial eficiência para amadurecimento de bananas, maçãs, caquis, tomates e abacaxis.
Um pouco de história
Desde o início do século já vem experimentando o uso de etileno para o amadurecimento de artificial de frutas. 
No princípio da indústria da banana, foi notado que as frutas, embora verdes quando embarcadas em navios, amadureciam durante a viagem. 
Em 1.940 descobriu-se que as frutas cítricas emanavam etileno. 
Foram então efetuadas diversas experiências com o uso de etileno e verificou-se que o mesmo acelerava o amadurecimento de diversas frutas. 
Concluiu-se que, desde que o etileno é também gerado na própria fruta, ele acelera o amadurecimento por um processo de estimulo direto das enzimas oxidantes, sendo que o gás, neste caso, assume o papel de uma coenzima.
O Processo
A utilização do etileno requer uma certa especialização, tanto na definição e seleção de equipamentos necessários, quanto na execução do processo propriamente dito. 
O processo ocorre em uma Câmara de Amadurecimento Artificial.
A HS UNIFRIO dispõe dos equipamentos bem como domina todo o processo de maturação. 
Ao lado o layout de uma Câmara de Amadurecimento Artificial ou Desverdecimento de frutos.

< voltar